o tema da palestra foi escolhido em razão do cenário nacional de crise

Foi realizada na Secretaria de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), na manhã desta quarta-feira (13), a palestra Gestão Financeira Doméstica. A atividade teve como objetivo orientar os participantes sobre a forma correta de aplicar os recursos financeiros que dispõem.

Cerca de 40 pessoas, entre donas de casa, comerciantes, professores e servidores públicos participaram da atividade. Na oportunidade, os participantes observaram a dinâmica da “Dificuldade x Oportunidade” para aperfeiçoarem as técnicas que devem ser empregadas sobre os recursos pessoais a fim de obterem uma saúde financeira adequada.

De acordo com o palestrante Wal Cordeiro, o tema da palestra foi escolhido em razão do cenário nacional de crise. “Temos essa preocupação e, por isso, resolvemos disponibilizar essa palestra para que as pessoas tenham essas ferramentas simples que possam contribuir para saírem do endividamento e se organizarem através do planejamento”, disse.

Durante a palestra, o público participou ativamente, esclarecendo dúvidas e fazendo observações do cotidiano de cada um como forma de troca de experiências.

Seu Manoel Messias Moreira, 63 anos, é de Minas Gerais e mora em Conquista há 39 anos. Ele está sempre em busca de conhecimento e disse que a palestra foi bastante oportuna. “Achei muito importante porque, muitas vezes, a gente faz coisas que não deveria fazer e a palestra orienta a pessoa”, disse.

Manoel Messias Moreira, 63 anos

Para dona Ilza Rosa Santos, o mais importante em participar de uma palestra com esse tema é “absorver todo conhecimento. Pois, a gente tem que ter o controle na casa da gente e em tudo que a gente faz”, observou.

Ilza Rosa Santos

A intenção da Semtre, que realizou o evento, é ampliar a palestra para um número maior de servidores e colaborar para que todos obtenham ainda mais conhecimento sobre gestão financeira doméstica. “Estamos com a ideia de abrir essa palestra para todas as secretarias e vai ser um prazer para o Governo contribuir com essa atividade”, concluiu Wal.