O Centro Glauber Rocha foi palco, na manhã deste sábado, 2, de diversas oficinas. Os debates fazem parte do Festival da Juventude – Ano III. O evento, que é uma realização da Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Coordenação Municipal da Juventude – ligada à Secretaria de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, tem como principal objetivo incentivar momentos de conhecimento e entretenimento para a juventude em geral.

Uma das oficinas realizadas com esse intuito foi a de Políticas Públicas para a juventude Rural na Bahia que possibilitou apresentar, problematizar e debater sobre as políticas públicas existentes para a juventude rural no estado da Bahia. A oficina foi ministrada pelo assessor especial de juventude rural da Secretaria de Desenvolvimento Rural – SDR e conselheiro estadual de juventude, Jocivaldo Anjos.

“A nossa intenção foi trazer para dentro do próprio contexto de juventude particularidades juvenis. Nós temos atualmente um êxodo de jovens muito grande, que saem da zona rural e migram para as cidades em busca de oportunidades. Por isso as discussões e o desenvolvimento de políticas públicas para essa área se fazem tão necessário”, explicou Jocivaldo.

A discussão atraiu jovens de diversas cidades. Como a estudante de História de Eunápolis, Caroline Santos. “Nós estamos criando um coletivo da Juventude em Eunápolis, chamado ‘Vozes da Juventude’, e lá na nossa cidade nós também temos muito jovens que vivem em comunidades rurais. Estamos aqui para poder ter essa formação e adquirir uma outra visão de como atingir esse nicho da forma que eles necessitam e poder construir um coletivo cada vez mais abrangente”, disse.

Quem também se interessou pela temática foi o estudante de psicologia da Ufba em Vitória da Conquista, Lucas Matias. Para ele, “a oficina é uma oportunidade de aprofundar meus conhecimentos na área pois não temos uma grade curricular voltada para essas políticas públicas que contemplem e dê base para atuarmos nessa área. Conquista tem uma área de abrangência rural muito grande por isso achei importante participar”, afirmou.

Ainda nessa manhã foram ministradas, no Centro Glauber Rocha, oficinas de Xadrez, Animação e Gestão de carreiras para bandas que estão começando. Além dessas, também foram realizadas oficina de Teatro, no teatro Carlos Jehovah e de Dança Afro, na sede do Estação da Juventude.

Print this pageShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedIn