Festival da Inclusão: palestra reúne grande público de surdos para discutir Arte na Libras

“Fazer parte em toda parte” é o lema do Festival da Juventude de Vitória da Conquista – Ano III. Nesse sentido, a preocupação para que realmente toda a comunidade possa participar do evento trouxe à cena uma importante protagonista – a inclusão. Quem compareceu ao Centro Glauber Rocha – Educação e Cultura na manhã desta sexta-feira, 1º de maio, foi testemunha dessa realidade. Um grande público composto por pessoas surdas vindas de diferentes localidades da região se reuniu em torno da palestrante Fernanda Araújo Machado, que trouxe para debate o tema “Arte na Libras”.

Com uma extensa carreira na área artística, Fernanda é professora, atriz, poetisa e artista plástica. Surda, ela se relaciona com todos esses campos por meio da Língua Brasileira de Sinais (Sinais). “Vendo aqui a realidade de Vitória da Conquista, percebo que é importante a promoção de materiais da arte em línguas de sinais. Existe muita arte, poesia e teatro nessa linguagem, e precisamos de uma forma para disseminar isso aqui também, por meio da comunicação com os surdos”, afirmou. Dessa maneira, ela espera enriquecer a língua de sinais do público da palestra, de forma artística, para que eles possam aprimorar não apenas a cultura baiana, como também a cultura surda.

Os participantes estavam empolgados diante da iniciativa. Compondo uma plateia bastante cheia, eles demonstraram sede de aprendizado. “Eu gosto da poesia, da arte e do cinema. É bom aprender cada vez mais, além de ter essa comunhão entre o surdo e o ouvinte, dessa forma o nosso aprendizado é ainda maior”, afirmou Juatson Batista, que esteve acompanhando a palestra.

O estudante Paulo Mateus Ferraz concorda. Para ele, é extremamente positiva a inclusão dos jovens surdos com os ouvintes, resultando em uma vivência conjunta. Participar, observar e explorar atividades como esta são de grande valia para o crescimento da pessoa surda. “É ótimo que uma palestrante que domina Libras venha compartilhar seu conhecimento com a gente. Quando encontramos uma oportunidade como essa, é muito bom para aprendermos algo novo”, expressou.

Também nesta sexta, Fernanda Araújo Machado conduz a oficina “Literatura Surda: Poesia para surdos e ouvintes”.

*As entrevistas foram realizadas com o auxílio das intérpretes de Libras, Jaqueline Quadros e Natália Rigo.

Notícias Relacionadas

Notícia Destaque
14/11
Transporte coletivo: Prefeitura informa sobre mudanças em linhas do Conquista VI
Notícia Destaque
13/11
Plantão da Gerência de Postura apresenta balanço dos primeiros meses de funcionamento
Comunicação
13/11
Prefeitura apresenta novo portal nesta segunda-feira,16
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/11
Prefeitura entrega Barragem de Boa Vista nesse sábado, 14