Febre amarela: vacinação em Vitória da Conquista vai priorizar quem não tomou a primeira dose

????????????????????????????????????

Quem ainda não se vacinou contra a doença, deve ir ao posto de saúde mais próximo

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) incluiu Vitória da Conquista entre os municípios que deverão receber reforço na vacinação contra a febre amarela. De acordo com a Sesab, a cidade possui um importante eixo rodoviário ligado com o norte e nordeste de Minas Gerais, onde estão localizados os municípios com ocorrência de casos e registro de óbitos por febre amarela.

No entanto, a orientação para o município é diferente da que foi estabelecida para 45 cidades baianas, nas quais foi recomendada a imunização de toda a população contra a febre amarela.

“Não é para vacinar cem por cento da população. É para vacinar cem por cento da população que não teve a vacina ainda”, esclarece a diretora municipal de Vigilância em Saúde, Ramona Cerqueira.

Lotes extras da vacina já chegaram a Vitória da Conquista e, segundo a Secretaria de Saúde, não haverá problemas de reposição, ela será feita de acordo com a demanda para garantir que toda a população ainda não imunizada possa ter acesso à vacina – disponível em todos os postos. “O que a gente não pode é alarmar todo mundo, porque não é campanha, é rotina”, reforça Ramona.

A Secretaria Municipal de Saúde esclarece ainda que, como não se trata de uma campanha, não haverá horários especiais de funcionamento nos postos de saúde. A vacinação seguirá a rotina e será feita de segunda a sexta, nos horários normais (de 8h às 17h), tanto na zona urbana quanto na zona rural.

Para receber a vacina contra febre amarela, o cidadão deve ir ao posto de saúde mais próximo, munido de seus documentos pessoais e de seu cartão de vacinação. Como a imunização contra a febre amarela é feita com a administração de duas doses, a prioridade será para as pessoas que nunca receberam a primeira dose.

As pessoas com viagem marcada para as áreas consideradas de risco (Minas Gerais, onde foram notificados casos suspeitos de febre amarela, ou São Paulo, que já confirmou uma morte por causa da doença) e que ainda não foram imunizadas, devem procurar um posto de saúde e se vacinar imediatamente. É necessário um período de dez dias para que os efeitos da vacina se manifestem no organismo.

Idosos, gestantes e lactantes são grupos que, para se vacinar, necessitam de relatório médico.

Confira na tabela as orientações sobre a vacinação contra a febre amarela, conforme a faixa etária (Clique para ampliá-la).

febre-amarela-1

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
17/12
Com apoio da Prefeitura, comunidade da Urbis VI recebe Papai Noel e doação de brinquedos
Gabinete Civil
17/12
Prefeitura reconhece os 65 anos de atuação da Rádio Clube na cidade
Cultura, Turismo, Esporte e Lazer
15/12
Com apoio da Prefeitura, Conquista serve de locação para longa-metragem internacional
Gabinete Civil
15/12
Arte e Educação: Prefeitura Móvel oferece atividades pedagógicas para as crianças do bairro Urbis VI