Sorteio para os lotes de atuação ocorreu no Tiro de Guerra, com a presença de representantes do Exército e Defesa Civil

Prestadores de serviço credenciados para distribuição de água na zona rural por meio de caminhões-pipa participaram, nesta quinta-feira (12), do sorteio para os lotes de atuação. São 17 lotes que contemplam 250 povoados, dois distritos e 16 assentamentos na zona rural de Vitória da Conquista.

O sorteio, realizado no Tiro de Guerra, contou com a presença de representantes do Exército e Defesa Civil, além de membros da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), que estavam conhecendo a metodologia de credenciamento dos pipeiros realizada no município.

“O Governo do Estado não trabalha com credenciamento nesses moldes. Por isso, viemos aprender com quem tem experiência para que, ao ser assinado o convênio com o Ministério da Integração, o edital seja elaborado, publicado e os prestadores de serviço comecem a atuar”, explicou a coordenadora da Sudec, Isaura Souza. A coordenadora também destacou que a intenção da Sudec é trabalhar em áreas não cobertas pela Operação Pipa realizada pelo Exército em parceria com os municípios.

O sorteio permite igualdade de condições para todos os pipeiros 

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Ubaldino Figueira, o trabalho realizado pelos pipeiros é muito importante à medida que esses profissionais também desenvolvem uma função social. “Vivemos no semiárido nordestino e muitas localidades não contam com água potável. Assim, cabe ao pipeiro levar água para as populações que vivem nesses lugares, com o controle e fiscalização da Defesa Civil”.

Os prestadores de serviço sorteados irão atuar entre os meses de outubro e dezembro. “Essa forma de seleção garante oportunidade para que todos aqueles que cumpram os requisitos estabelecidos tenham oportunidade de trabalhar”, declarou o tenente Roberto Carlos da Silva, responsável pela coordenação da operação.

O oordenador da Defesa Civil, Ubaldino Figueira: “Cabe ao pipeiro levar água para as populações que vivem nesses lugares, com o controle e fiscalização da Defesa Civil”

O pipeiro Claúdio Araújo acredita que essa forma imparcial de escolha beneficia a todos os participantes. “É tudo muito sério. Fazemos a vistoria dos carros e quem tá com a documentação certinha participa”, relatou.