Durante o encontro, discutiu-se sobre as demandas por construção de equipamentos esportivos no município, aprovadas no 10º Congresso do OP

Vinte obras foram eleitas como prioridades no 10º Congresso do Orçamento Participativo, realizado em junho deste ano. E, para garantir que tais demandas sejam executadas com celeridade e eficiência pretendidas pelo Governo Municipal, a Executiva do OP está promovendo reuniões de trabalho com cada secretaria, a fim de discutir sobre o andamento das obras específicas de cada setor.

Encontros do tipo já foram realizados com as secretarias de Educação, Agricultura, Serviços Públicos e Infraestrutura Urbana. Na tarde desta segunda-feira, 7, foi a vez da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Como pauta, as demandas por construção de novos equipamentos esportivos no município. “Fizemos um levantamento do que já existe, do que está sendo construído e daquilo que foi priorizado no Congresso do Orçamento Participativo”, explicou o secretário Gildelson Felício.

“As reuniões têm sido bastante positivas”, disse, após o encontro, o coordenador do Orçamento Participativo, João Alberto Rodrigues. “Cada secretaria tem suas responsabilidades e seu tempo para planejar. Estamos discutindo com cada secretário e vendo os encaminhamentos, já que o Governo Municipal busca priorizar o que foi aprovado no Congresso”.

Segundo Rodrigues, essa prioridade dada às reivindicações populares tem levado a cidade a tornar-se um verdadeiro canteiro de obras. “Por onde andamos, vemos os investimentos. A cidade tem crescido de forma igualitária, graças à participação popular através do OP”, afirmou.

Print this pageShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedIn