Partidas de basquete, futsal, handebol e vôlei movimentaram o Ginásio de Esportes Raul Ferraz de quinta, 13, a domingo, 16, com a realização da IV Copa Amadores de Esporte, organizada pela Seleção Feminina e Masculina de Handebol de Vitória da Conquista, com o apoio da Prefeitura Municipal.

“O pessoal do handebol está promovendo esse evento, diretamente com o apoio da coordenação de Esporte, e é uma forma de a gente poder movimentar os esportes de quadra e fazer com que os atletas pratiquem, pois há necessidade de termos esses eventos”, declarou o técnico da seleção de Handebol, Gilmar Freitas.

Para o coordenador municipal de Esportes, Jaldo Mendes, atividades como essa são mais uma das formas de formação de novos atletas. “A gente sabe que o lazer é em Vitória da Conquista ainda é muito pouco e eventos dessa natureza só fazem incentivar os atletas  e motivar novas pessoas a participarem das seleções que temos em nossa cidade,  entre elas vôlei, futebol e basquete.

Segundo o organizador, a Copa Amadores começou pequena e cresce a cada edição. “A princípio a gente só fazia com atletas conquistenses, só que os times de fora pedem para participar e temos essa dimensão maior”. Nesta edição, times das cidades de Brumado, Itambé e Itapetinga também participaram.

A novata seleção de futsal feminino de Itapetinga, com dois meses de treino, chegou a final contra a seleção Migs, equipe com mais de 10 anos de formação. Para a atleta itapetinguense, Rafaela Gabriele, 17, valeu a pena essa estreia em uma competição regional: “É um momento grandioso, porque o futsal feminino não é valorizado como se deve e a gente que acabou de montar um time agora está mostrando pra que veio: a gente já está na final”.

Mas a experiência prevaleceu. A equipe da casa ganhou por 6 a 1. Antes da final, Gabriela de Caraíbas, hoje com 26 anos, falou da expectativa para o jogo e de sua história no Migs: “Ontem estava disputando a Copa do Brasil em Jequié, saí de lá meia noite pra estar aqui e vou dar meu sangue ai dentro de quadra pra, se Deus quiser, sair com a vitória e curtir o título. Pra mim vai ser uma honra, pois o Migs me acolheu desde ou 13 anos de idade. Já tenho uma bagagem, já joguei pra outros times, mas o Migs é meu time de coração.”

Na tarde desse domingo, 17, Luana Oliveira foi com seu filho assisti aos jogos, em especial, o de handebol, no qual o seu marido é atleta. “Gosto de esporte e sempre que acontece a gente vem prestigiar, apoiar o esporte na cidade que é tão raro”, disse ela enquanto via a semifinal do futsal masculino.

Nessa partida, o Rua 10 venceu nos pênaltis o Roma, depois do empate de 2 a 2 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação, e foi para a final contra o Olímpico. O goleiro Gabriel, 18, responsável pela defesa de um pênalti celebrou a vitória: “Deus me abençoou com pênalti defendido, podendo decidir a ida para a final. Conseguimos esse objetivo e agora vamos enfrentar uma grande equipe. Deus vai nos abençoar nesta final pra conquistar este título”.

E o título veio. O Rua 10 venceu a equipe do Olímpico pelo placar de 3 a 0.

Confira os resultados das demais modalidades:

Handebol Masculino :

Campeão – Os gatos de Vitória da Conquista
Vice – Equipe de Brumado

Handebol Feminino:

Campeão – Conquista
Vice –  Itambé

Vôlei

Campeão – Santa Heliza
Vice –  Brumado

Basquete

Campeão –  Icaros
Vice – Bode