O atendimento pode ser agendado ou por demanda espontânea

Neste período de pandemia, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) tem reforçado o atendimento da rede de Assistencial Social, ampliando e reorganizando as ofertas, com objetivo de oferecer mais proteção social a quem mais precisa. Os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) fazem parte desses serviços essenciais que não podem parar.

Atendimento remoto por telefone, email e/ou mensagem no celular

Nos Creas, a população encontra atendimento para demandas consideradas de emergência por se tratarem de violações de direito como: abandono, maus tratos físicos e/ou psíquicos, abuso sexual, uso de substâncias psicoativas, cumprimento de medidas socioeducativas, situação de rua, situação de trabalho infantil, entre outras.

Para evitar o contágio pela Covid-19, o atendimento foi reorganizado nas unidades, sendo realizado de forma presencial por agendamento e/ou demanda espontânea; remoto por meio de telefonema, mensagem de texto por email ou aplicativo de celular; e atendimento home office em que o servidor realiza sua atividade em sua própria casa.

O atendimento em grupo acontece por vídeo conferência. Na foto a psicóloga Carine realiza reunião com o grupo de adolescentes e discute o tema: Enfrentamento ao isolamento social e os sentimentos que o atual momento traz para vida deles.

Nas últimas semanas, de 23 de março a 24 de abril, os Creas realizaram mais de 840 atendimentos, sendo que estão suspensas apenas as atividades em grupo. “Nós estamos com as equipes reduzidas, tivemos que diminuir os dias de atendimento presencial na zona rural, mas o atendimento remoto tem funcionando e hoje representa quase 50% da nossa rotina, o que é mais seguro para nossos usuários e também para nossa equipe. Graças às tecnologias estamos garantindo acompanhamento das equipes de referência aos indivíduos e suas famílias”, explicou a coordenadora de Proteção Social Especial, Vanessa Severino.

Os Creas são responsáveis pela oferta de atendimento especializado de apoio, orientação e acompanhamento a indivíduos e famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos. Em Vitória da Conquista, a rede de Assistência Social conta com quatro Creas que, neste período de pandemia, funcionam da seguinte forma:

  • Creas Central/Centro Integrado de Direitos da Criança e do Adolescente (Cidca): O Creas Cidca é uma extensão do Creas Central e atende crianças e adolescentes de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
  • Creas Central: localizado na Av. Bartolomeu de Gusmão, atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
  • Creas Rural I: Atende a região de José Gonçalves de segunda a quarta-feira, das 08h às 13h .
  • Creas Rural II: Atende a região de Bate Pé às segundas, quartas e sextas-feiras, das 09h à 14h.
  • Creas Rural Itinerante: São Sebastião, Itapirema, Batuque e Inhobim.
  • Creas Novo Olhar: Responsável pelo acompanhamento de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Para denúncias de violações de direitos disque: 100.