Dost, Ladrões de Vinil e Cama de Jornal agitam primeira noite de Festival da Juventude

O Festival da Juventude é mais um evento promovido pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista com foco na democratização do acesso às diferentes manifestações da arte. No campo da música, além da apresentação de grupos de grande destaque nacional, o espaço também é dedicado aos shows de bandas locais, tornando-se uma espécie de vitrine para o seu trabalho. Na noite desta sexta-feira, 1º, as bandas conquistenses Dost, Ladrões de Vinil e Cama de Jornal foram as responsáveis por agitar o público.

O quinteto da banda Dost foi quem primeiro subiu ao palco para fazer a galera sair do chão e esquentar a noite fria conquistense. O grupo, com apenas quatro anos de carreira, apresentou-se pela primeira vez no Festival da Juventude. O vocalista Lucas Sampaio definiu a emoção deste momento: “O Festival é sensacional, não só os shows, como também as oficinas. A gente tem uma honra imensa de estar participando de um evento tão grandioso e importante para a cultura de Conquista.” Já o guitarrista Marcus Avelar revelou a importância desta apresentação para a carreira do grupo. “A gente acredita que esse possivelmente é o show mais grandioso que a gente já fez, é o maior público para quem a gente já tocou”, afirmou.

Logo em seguida, os Ladrões de Vinil também roubaram a cena durante a noite, apresentando o CD lançado no Natal da Cidade, fruto de seus 8 anos de carreira. “Este é um espaço importante porque é aberto à família, a pessoas que muitas vezes conhecem a banda apenas pelo nome. É um lugar democrático para a gente mostrar o nosso trabalho”, descreveu o vocalista Lôro. Para ele, a energia do show foi contagiante, fazendo com o que o trabalho virasse também diversão. “O público mostrou que estava curtindo, e quando a gente se diverte e o público também se diverte, tudo fica mais legal.”

Os veteranos da Cama de Jornal chegaram com tudo para trazer as canções mais pedidas dos seus CD’s. “Além disso, também fazemos muito improviso durante o show, o que a energia do público pedir a gente faz”, contou o guitarrista Lázaro Ribeiro. Sobre a importância de festas públicas que venham a valorizar a cultura local, o baterista Hélder Batista enfatizou: “É um evento grande, e a gente agradece ao pessoal da organização por fazer parte desse projeto, e que seja um projeto duradouro, porque Conquista precisa de iniciativas como esta.”

A expectativa do público para abraçar as bandas de casa foi grande. O estudante João Pedro Cerqueira defende o espaço destinado à música da região: “O Festival é muito importante por causa das apresentações das bandas locais. Isso ajuda muito, inclusive, a fortalecer o cenário do rock daqui de Conquista”, afirmou. Weider Saraiva, também estudante, concordou com esse pensamento:  “Eu achei muito interessante a programação do Festival da Juventude por contemplar os artistas regionais e locais. Isso é de grande importância”, destacou.

Notícias Relacionadas

Notícia Destaque
14/11
Transporte coletivo: Prefeitura informa sobre mudanças em linhas do Conquista VI
Notícia Destaque
13/11
Plantão da Gerência de Postura apresenta balanço dos primeiros meses de funcionamento
Comunicação
13/11
Prefeitura apresenta novo portal nesta segunda-feira,16
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/11
Prefeitura entrega Barragem de Boa Vista nesse sábado, 14