Na manhã desta sexta-feira, 5, a Prefeitura de Vitória da Conquista, em parceria com a Mobilização Social Contra Dengue da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) realizou um “faxinaço” no bairro Cidade Maravilhosa. O objetivo da atividade foi alertar a população quanto à importância da eliminação dos criadouros do mosquito aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue e da Chinkungunya.

Os agentes comunitários de endemias e de saúde visitaram casas e terrenos do bairro, orientando a população que ficou atenta à mobilização. Para Maria do Prado Novaes, manter a casa limpa é prioridade no combate à dengue. “O importante é a gente não deixar água acumulada. Tenho de medo de pegar essa doença e espero que todos também façam a sua parte”, contou Maria.

“A gente espera que com esta ação a população se conscientize e mantenha sua casa longe do mosquito”, lembrou a agente comunitária de saúde Tânia Mara Seixas. Para o agente de endemias Graciano Araújo, com existência da Chinkungunya os cuidados devem ser redobrados: “o perigo aumentou, por isso todos devem cuidar de suas casas e evitar jogar lixo em terrenos baldios”.

Para Jucarlos Santana, técnico da Fundação Luís Eduardo, Vitória da Conquista está alinhada com as diretrizes nacionais da semana de mobilização. “Desde 2010, acompanhamos as atividades de combate à dengue no município, que hoje se tornou referência para o Estado no enfrentamento desta doença”, avaliou Jucarlos.

A mobilização termina nesse sábado, 6, com a realização do Dia “D” de combate à dengue e Chinkungunya com atividades na Praça 9 de Novembro, a partir das 8h.

Print this pageShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedIn