O atendimento aconteceu nas escolas municipais de cada localidade

Mais proteção social para população da zona rural! Este foi o objetivo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) com a realização do mutirão para cadastramento do auxílio emergencial do Governo Federal para trabalhadores informais que moram na zona rural e não possuem acesso à internet em suas residências.

A Semdes iniciou o mutirão no último dia 15 de abril, no distrito de Bate Pé. “Nossa primeira preocupação quando o governo liberou o auxílio, por meio de plataforma digital, foi com os moradores da zona rural que, em sua maioria, não possuem sinal de internet em suas casas. Por isso, reunimos nossa equipe, organizamos uma escala de visita, apresentamos a proposta ao prefeito Herzem Gusmão que imediatamente autorizou nossa ação”, informou o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias.

A equipe formada por técnicos da Proteção Social Básica, Proteção Social Especial e Cadastro Único rodou mais de 985 km visitando 12 localidades: Bate Pé, Cercadinho, Inhobim, José Gonçalves, Cabeceira do Jiboia, Veredinha, São João da Vitória, São Sebastião, Iguá, Pradoso, Lagoa das Flores e Dantilândia, onde foram realizados mais de 1600 atendimentos.

A equipe de atendimento foi formada por servidores da Proteção Básica, Proteção Especial e Cadastro Único

Em cada localidade, além do atendimento para o auxílio emergencial, a equipe realizou atendimento do Cadastro Único para atualização cadastral e inclusão de novos. “Nosso objetivo com esta ação é oferecer mais proteção social para quem mais precisa. Por isso, já estamos organizando um novo mutirão que deve começar na próxima semana com foco nos povoados mais distantes da sede do distrito”, explicou Michael.

Tamires Ferraz (19), moradora de Inhobim, agradeceu: “Para mim, foi bom demais a equipe vir aqui, pois fiz meu cadastro, não tive que ir para Conquista e felizmente fui aprovada. Agradeço demais a equipe da prefeitura”, destacou Tamires.

Cleverson Ferreira (34), morador de São João da Vitória, também agradeceu a visita da equipe da Assistência Social. “Gostei muito do atendimento aqui, o pessoal muito educado, soube atender a comunidade e ficamos muito agradecidos por este serviço”, avaliou Cleverson.