Dengue e Chikungunya: a importância da prevenção mesmo no inverno

As ações de combate ao mosquito e orientação à população são realizadas permanentemente pela Prefeitura

Os esforços para eliminar os criadouros do mosquito transmissor das dengue e da Febre Chikungunya, o Aedes aegypti, devem ser intensificados mesmo durante o inverno. As ações realizadas pelo Programa Municipal de Controle de Endemias, como as visitas domiciliares para detectar e eliminar focos do mosquito e a borrifação em pontos estratégicos (cemitérios, borracharias), são fundamentais.

Entretanto, população é a principal aliada na luta contra a dengue. A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente. Também, após eliminar a água parada, é importante lavar os recipientes com água e sabão. Dessa maneira, acontece a eliminação dos lugares que os mosquitos escolhem para a reprodução.

Outra dica é usar roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia – quando os mosquitos são mais ativos – porque elas proporcionam proteção às picadas dos vetores. Mosquiteiros também proporcionam boa proteção.

Qual a importância da prevenção?

A contaminação pelo Aedes aegypti é rápida – em 45 dias, por exemplo, um único mosquito pode contaminar até 300 pessoas. Além disso, o ovo do mosquito pode sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado estiver seco. Caso a área receba água novamente, o ovo ficará ativo e pode atingir a fase adulta em dois ou três dias. A infecção por dengue pode ser assintomática ou causar até quadros graves, com ou sem hemorragia, podendo evoluir para o óbito.

Como agir perante esses sintomas?

Assim que os sintomas são percebidos, a orientação é procurar o serviço de saúde mais próximo, fazer repouso e ingerir bastante líquido, como água, sucos, soro caseiro e água de coco. Em casos de sinais de alarme e choque, procurar imediatamente atendimento em unidade hospitalar.

Quando o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores de um determinado local, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada.

* Com informações do Ministério da Saúde.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
27/07
Prefeitura decreta luto oficial pelo falecimento de Moacyr Figueira
Desenvolvimento Social
27/07
Dia dos Avós: Centro de Convivência dos Idosos visita idosos da Casar lar
Educação
27/07
Captação de imagens é tema de oficina do projeto Eco Kids e Eco Teens
Finanças e Execução Orçamentária
26/07
Prefeitura institui Refis e dá descontos em multas e juros