Crav já ofereceu mais de 14.400 atendimentos a mulheres vítimas de violência

Centro-Albertina-Vasconcelos_red1

Criado há dez anos, o órgão faz parte de uma das redes de proteção mais bem estruturadas do Estado

Em agosto deste ano, o Centro de Referência da Mulher Albertina Vasconcelos (Crav) completou dez anos – mesmo tempo de existência da Lei Maria da Penha. O órgão, vinculado à Coordenação Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (que, por sua vez, é ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social), é um dos instrumentos que compõem a Rede Municipal de Proteção às Mulheres de Vitória da Conquista, tida como uma das mais bem estruturadas do Estado.

A rede é formada por quase cinquenta serviços e instituições que se dedicam a promover a autonomia e o empoderamento da mulher. “Envolvemos todos os serviços em prol da mulher. É um atendimento de forma integral, que serve a ela e aos seus vínculos familiares”, afirma Elza Mendes, coordenadora municipal de Políticas Públicas para as Mulheres.

No caso do Crav, as atenções se voltam para o atendimento e acompanhamento psicossocial e jurídico às mulheres que são vítimas da violência doméstica. O órgão contempla as áreas urbana e rural de Vitória da Conquista. Desde 2006, prestou mais de 14.400 atendimentos a mulheres que recorreram à sua equipe multidisciplinar.

No mesmo período, cerca de 2.670 mulheres passaram por lá e foram encaminhadas aos diversos serviços que compõem a rede de proteção. E, como prova de que o trabalho desenvolvido pela rede conquistense atrai a atenção de outros gestores, com frequência os profissionais da equipe são convidados a relatar a experiência local em municípios da região. Nos últimos dez anos, mais de 18 mil pessoas participaram de atividades externas promovidas pelo Crav, como palestras, oficinas, rodas de conversa e seminários. “Avançamos muito nas políticas para as mulheres. Nosso município hoje é referência graças”, informa Elza.

Além do Crav, das quase cinco dezenas de outros serviços e da coordenação municipal, a rede abriga o Conselho Municipal da Mulher, fundado em 1997. O município dispõe ainda de uma delegacia especializada nessa temática (a Delegacia de Atendimento à Mulher/Deam) e, mais recentemente, passou a contar com a Vara da Violência Doméstica e Familiar.

O Crav está localizado na avenida Jesiel Norberto, nº 40, bairro Candeias. Para mais informações, o telefone é (77) 3424-5325.

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
22/06
Confraternizações juninas movimentam serviços da assistência social
Desenvolvimento Social
22/06
Morar Legal entrega escrituras para moradores do Henriqueta Prates
Desenvolvimento Social
21/06
Idosos se divertem no Arraiá da Terceira Idade
Desenvolvimento Social
16/06
Bolsa Família Móvel estará no Miro Cairo nesta segunda-feira, 19