A partir do dia 18 de janeiro, a sede da Coordenação Municipal da Juventude abrirá as portas à população para a exposição “Cerâmica Artística Mãos do Bruno”. O evento irá reunir 40 esculturas produzidas por membros da Associação Conquistense de Integração do Deficiente (Acide), com a orientação do mestre popular em Arte e Cerâmica, Gilvandro Oliveira.

O projeto, que tem apoio da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista e do Governo do Estado da Bahia , levou aulas de escultura e argila para quase 20 jovens e adultos atendidos pela Acide. De agosto a dezembro, eles produziram obras de arte com as temáticas afro, indígena e sacra, além de explorar imagens de animais e cenas cotidianas.

O artista que encabeça o projeto, Gilvandro Oliveira, destaca a troca que esse trabalho possibilita: “Levei uma forma de cultura para eles, e trouxe de lá uma cultura nova. Mostramos que é possível ter belíssimas obras de arte vindas de pessoas com deficiência. A arte abriu mais esse horizonte para elas: elas são capazes de ser artistas, não há limite para isso.”

A exposição fica aberta ao público de 18 de janeiro a 18 de fevereiro, na Coordenação Municipal da Juventude, localizada na Avenida Bartolomeu de Gusmão, nº 744, bairro Jurema. A visitação pode ser feita de segunda a sexta, das 9 às 12 horas e das 17 às 19horas; ou aos sábados, das 10h30 às 16 horas.

“Cerâmica Artística Mãos do Bruno” – Em julho do ano passado, uma primeira mostra da exposição foi realizada na Casa Memorial Régis Pacheco. Nessa primeira etapa, Gilvandro Oliveira trabalhou com jovens do bairro Bruno Bacelar, buscando desenvolver a cidadania e poder criativo dessas crianças e adolescentes por meio da arte.