Conselho Municipal de Transporte decide por reajuste da tarifa de ônibus

Novo valor, R$ 2,80, foi aprovado por 13 votos a 4, além de 3 abstenções

Com a implantação do novo sistema de transporte coletivo pela Prefeitura, a população de Vitória da Conquista foi gradualmente se adaptando a uma série de melhorias. Hoje, a cidade possui a frota de ônibus mais jovem da Bahia, com idade média de 2,65 anos. O número de veículos aumentou de 146 para 160, dos quais 90,2% são adaptados com elevadores para cadeirantes.

E os usuários agora têm o direito à integração do serviço. Com isso, eles podem realizar mais de uma viagem da origem ao destino, pagando apenas por uma tarifa. A integração pode ser feita em qualquer ponto de ônibus, sem que o usuário tenha a necessidade de se deslocar até o terminal. Aproximadamente 130 mil viagens com integração são feitas por mês na cidade.

Tais avanços, naturalmente, geram custos. E os custos do atual sistema de transporte coletivo estão superiores à receita disponível, o que dá origem a um desequilíbrio econômico e financeiro. A fim de corrigir isso, não resta ao município outra alternativa a não ser definir um novo valor para a tarifa para que o sistema se mantenha saudável, apresentando crescimento constante e oferecendo novas melhorias aos usuários.

“Todos os dados foram mostrados aos conselheiros. Há uma necessidade de reajuste tarifário porque é preciso que haja um equilíbrio econômico e financeiro no sistema de transporte coletivo, sobretudo para possibilitar novas melhorias”, explicou o presidente do conselho, o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Luis Alberto Sellmann.

Por isso, após uma série de intensas discussões, o Conselho Municipal de Transporte se reuniu na tarde desta quinta-feira, 25, para pôr em votação o reajuste da tarifa. O novo valor, R$ 2,80, foi aprovado por 13 votos a 4, além de 3 abstenções. O reajuste será encaminhado à Administração Municipal, que se encarregará de decidir a partir de quando a nova tarifa entrará em vigor.

“Estamos lutando para que o nosso sistema de transporte seja equilibrado economicamente e saudável, de forma que possa crescer diante das demandas da nossa população”, concluiu Sellmann.

O Conselho Municipal de Transportes Públicos é composto por representantes do Poder Público Municipal e da sociedade civil, a exemplo, dos estudantes.

Notícias Relacionadas

Mobilidade Urbana
16/10
Semob informa alterações em linhas de ônibus a partir de segunda, 23
Mobilidade Urbana
11/10
Corrida Corisco: confira as mudanças no transporte coletivo
Mobilidade Urbana
09/10
Governo Municipal começa segunda vistoria do transporte coletivo rural
Mobilidade Urbana
05/10
2ª vistoria do transporte coletivo rural será de 9 a 23 de outubro