Complexo Regulatório de Saúde garante comodidade a usuários

scm_4034-copy

Seis unidades de saúde de Vitória da Conquista, desde agosto, contam com um recurso que garante comodidade e facilita a vida dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS): a descentralização de marcação de exames e consultas.

Antes, marcadores da unidades precisavam ir até a Central de Marcação de Consultas para agendar os exames. Por meio de convênio firmado entre o Governo Federal e a Prefeitura Municipal, o Complexo Regulatório de Saúde está interligando a Rede Municipal de Saúde na zona urbana e informatizando e conectando os postos de saúde na zona rural.

O último repasse ocorreu a 60 dias e permitiu o avanço do Complexo. Segundo a Secretaria de Saúde, já foram realizados serviços de cabeamento, adaptação da rede elétrica e instalação de equipamentos no CAAV, Hospital Esaú Matos, Cemae e em todas as unidades da área urbana. Oito dessas só aguardam a capacitação de pessoal para iniciar a marcação. No interior do município, o trabalho alcançou 85%.

Prontuário eletrônico – Outra novidade que já está em teste é o Prontuário Eletrônico que pretende instalar computadores em todos os consultórios médicos da unidades de saúde.

“Com certeza, ele facilitará bastante tanto a organização do serviço como a qualidade das informações deste paciente, pois estará interligado em rede com a Atenção Básica e a Atenção Especializada”, comentou a secretária municipal de Saúde, Karine Brito.

A implantação do sistema de prontuários eletrônicos faz parte do programa HealthRise, da fundação norte-americana Medtronic, e será executada na cidade pela Universidade Federal da Bahia (UFBA/Campus Anísio Teixeira), com parceria da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), do Núcleo Regional de Saúde Sudoeste, do Hospital Geral de Vitória da Conquista, do SESI e da Associação de Diabéticos.

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
18/11
Prefeitura promove 16 Dias de Ativismo pelo fim da violência contra mulher
Governo
18/11
7º Seminário ‘Orgulho de Ser LGBT’ inicia com discussão sobre religiosidade de matriz africana
Educação
18/11
Pacto pela Educação: Professores e coordenadores municipais relatam experiências
Notícias
18/11
Hospital Esaú Matos propõe roda de conversa sobre prematuridade