De segunda a sexta, das 18 até as 22 horas, tem início o trabalho de higienização das ruas, avenidas e de locais onde há grande circulação de pessoas, como feiras livres e portas de hospitais. Desde o dia 30 de março, equipes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, com o apoio de empresas parceiras, estão dedicadas a esta ação.

A equipe da Sesep promoveu a higienização na parte interna e externa do presídio Nilton Gonçalves

Nessa terça (28), a higienização aconteceu nas Avenidas Frei Benjamim e Régis Pacheco, no Presídio Nilton Gonçalves, no Cemitério Municipal do Kadija e no Departamento de Polícia Técnica (DPT/IML).

Na noite da última segunda (27), com caminhão-pipa, uma equipe esteve no Hospital Geral, Policlínica Regional, Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), Hospital Esaú Matos, HCC, Samur, IBR, Unimec, Hospital São Vicente e no Centro de Atenção Municipal – Coronavírus. Outro grupo realizou a ação na Ceasa, na Ceasa Atacadista e nas feiras dos bairros Brasil, Patagônia e Alto Maron. No centro da cidade, que também recebe a limpeza nas portas de lojas e de órgãos públicos, foi realizada a borrifação manual.

A limpeza está sendo reforçada também nos hospitais

“Essa limpeza é um processo contínuo, enquanto houver o risco de grande proliferação do vírus, nós não podemos interromper. Essa é uma das várias medidas de prevenção ao coronavírus tomadas pela prefeitura, como o isolamento social e a adoção de protocolos na área da saúde”, explica o secretário municipal de Serviços Públicos, Luís Paulo Sousa.

Para a higienização é utilizada uma solução à base de hipoclorito de sódio, autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e eficaz para o extermínio de vírus e bactérias. Todos os envolvidos nesta ação vestem equipamentos de proteção individual para que estejam totalmente protegidos.

Pontos de ônibus e portas de agências bancárias e de casas lotéricas também estão recebendo a limpeza especial.