O mês está chegando ao fim, mas as ações do Novembro Azul continuam mobilizando a rede de saúde do município. Nesta quarta-feira (28), foi a vez da Clínica Municipal de Reabilitação promover um dia de ações para incentivar os homens a cuidar da saúde e, principalmente, prevenir o câncer de próstata. O evento foi voltado aos pacientes dos diversos serviços da clínica.

A movimentação começou cedo. Segundo a coordenadora da Clínica, Bruna Alves, antes mesmo das portas se abrirem, já havia gente formando fila para participar. “Nós tivemos um fluxo muito bom, uma resposta muito boa quanto à proposta do evento que é o nosso primeiro evento de portas abertas aqui da clínica”, comentou.

Durante a ação, foram oferecidos diversos serviços como consultas com angiologista, ortopedista, urologista, exame de PSA (que ajuda a detectar o câncer de próstata), aferição de pressão arterial, teste de glicemia, testagem rápida, tipagem sanguínea, cuidado com os pés, corte de cabelo, massagem, ventosaterapia e auriculoterapia. E quem esteve presente ainda participou do sorteio de brindes especiais.

A importância da prevenção e do Novembro Azul foi ressaltada pela diretora da Atenção Programática e Especializada, Silvana Galdino, que também celebrou o grande número de pessoas que compareceram ao evento: “Normalmente são as mulheres que tem esse cuidado de procurar os cuidados com a saúde e a gente viu, hoje aqui, uma demanda muito grande dos homens. É gratificante”.

Quem também esteve presente ao Novembro Azul da Clínica de Reabilitação foi o secretário municipal de Saúde, José Raimundo Fernandes, que não perdeu tempo e também aproveitou a ocasião para ver como anda a saúde. Depois de aferir a pressão e fazer o teste rápido de glicemia, ele comentou: “é importante que o homem, que é sempre tão descuidado com a própria saúde, tome parte nesse tipo de ação. Por isso nós fizemos esse chamamento para que comparecessem ao evento e a grande movimentação aqui hoje é um sinal de que deu certo”.

Ainda sobre os cuidados com a saúde, o secretário afirmou que é uma responsabilidade individual, mas que tem reflexos importantes nos serviços de saúde e, consequentemente, na qualidade do que é oferecido a toda a população. “Os investimentos que fazemos hoje nesta parte preventiva evita que o município, no futuro, precise fazer outros investimentos na parte corretiva”, explicou.