Todos os anos o Centro de Atenção à Vida (CAAV) de Vitória da Conquista realiza a campanha de combate à sífilis. A ação acontece devido ao Dia Nacional de Combate à Sífilis, celebrado no terceiro sábado do mês de outubro. Este ano, o CAAV voltou a levar aos diversos setores da comunidade informações sobre a doença.

Durante uma semana, um estande montado na porta do centro chamou a atenção da comunidade para o problema e realizou a distribuição de material educativo, além de testagem para detectar o problema. A programação contou, também com palestras e testagem em empresas, em escolas, unidades de saúde, universidades e no presídio.

No Dia “D”, realizado no sábado (27), o CAAV participou das ações de saúde em alguns bairros. Segundo a coordenadora do CAAV, Riviane Santana, avaliou como boa a participação do público e comentou sobre as ações do sábado: “Nós participamos do Dia D e levamos o teste rápido de sífilis para as unidades de saúde do Panorama e Morada dos Pássaros”. Ela ressaltou, também, a importância da informação principalmente entre os jovens, devido ao aumento significativo de casos nessa faixa etária: “é uma medida necessária o reforço na prevenção e voltar a falar sobre sexo seguro e testagem”.

A doença – A Sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) curável e exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão é maior. Além da infecção provocada pelo contato sexual, ela pode ser transmitida da mãe para o feto durante a gestação, provocando a Sífilis Congênita que é grave e pode causar aborto espontâneo, parto prematuro, má-formação do feto, surdez, cegueira, deficiência mental ou morte ao nascer. Por isso é importante fazer o teste para detectar a sífilis durante o pré-natal (na primeira consulta, no terceiro trimestre da gestação e no momento do parto). Quando o resultado de sífilis for positivo, é necessário tratar corretamente a mulher e seu parceiro.