Com 115 novas notificações feitas ao longo da última semana, Conquista registra o total 6.110 casos suspeitos de Dengue, Zika e Chikungunya – até a 30ª semana epidemiológica, que corresponde ao período de janeiro a 24 de julho deste ano de 2020.

No Boletim epidemiológico das arboviroses desta semana, a coordenação do Centro de Controle de Endemias informa que houve uma diminuição dos casos inconclusivos de dengue, em relação ao boletim divulgado no dia 20 de julho. Isso ocorreu devido a uma atualização para encerramento de casos notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), que dá o prazo de 60 dias para que isso seja feito, com base no resultado laboratorial do paciente. No entanto, os resultados têm levado, em média, 60 dias para serem divulgados e o próprio sistema acaba lançando os casos como inconclusivos, mas após a chegada dos resultados foram atualizadas as informações para o encerramento oficial com o resultado positivo ou negativos.

Além disso, a coordenação relata que após uma reavaliação das fichas de investigação, também houve uma redução de notificações de dengue por conta da duplicidade de notificações no SINAN, pois é comum ocorrer de um mesmo paciente procurar uma unidade de atendimento mais de uma vez durante o período sintomático de dengue e não comunicar sobre o primeiro atendimento. Com isso, ele é notificado novamente, gerando uma duplicidade da notificação que só é percebida após o lançamento no sistema.

Dengue – foram registrados 4.775 casos notificados. Destes, 2.351 tiveram diagnóstico confirmado para dengue, 622 foram descartados e 1.264 apresentam diagnóstico inconclusivo em relação a doença. Outros 536 pacientes aguardam resultado laboratorial e duas pacientes foram a óbito por dengue grave hemorrágica no município.

Zika – 854 casos suspeitos de Zika foram notificados até o momento. Não houve novos resultados positivos divulgados na última semana e manteve-se o número de 10 casos confirmados laboratorialmente. Outros 68 foram descartados, 212 aguardam resultado e 564 apresentam diagnóstico inconclusivo em relação à doença.

Chikungunya – Até o momento já foram notificados 481 casos suspeitos, sendo 23 casos confirmados e 458 pacientes que seguem aguardando o resultado laboratorial.

Os bairros com mais casos notificados e confirmados de contaminação por Dengue, Zika e Chikungunya em Conquista, de acordo com informações do Centro de Controle de Endemias, são:

  • Cruzeiro – 759 notificados e 284 confirmados
  • Patagônia – 320 notificados e 137 confirmados
  • Alto Maron – 298 notificados e 148 confirmados
  • Centro – 242 notificados e 101 confirmados
  • Vila América –  339 notificados e 83 confirmados
  • Alto da Boa Vista – 219 notificados e 105 confirmados
  • Brasil – 249 notificados e 116 confirmados
  • Vila Elisa – 110 notificados e 31 conformados.

Na luta contra o Aedes aegypti! – Os trabalhos de combate ao mosquito seguem em ritmo intensificado com ações de controle e prevenção, como o fumacê realizado em mais de 30 localidades, bloqueios feitos com equipamento costal, limpeza de terrenos em áreas públicas e privadas, coleta de pneus, visitas dos agentes de endemias às residências com acesso pela lateral e tratamento de pontos estratégicos. Além disso, toda população deve contribuir nessa luta, com pequenas ações de diárias que podem ser feitas no quintal de casa para evitar que a proliferação mosquito cresça.

Caso alguém apresente sintomas característicos de dengue, zika ou chikungunya, deve procurar imediatamente a unidade de saúde mais próxima de casa para ser notificado e receber atendimento médico. A população também pode fazer denúncias ou solicitar a visita dos agentes de endemias, por meio do número: (77) 3429-7421.