Avanços e perspectivas: Agricultura garante qualidade de vida para os moradores da zona rural

Promover a construção, a conservação de obras públicas, estradas, aguadas, barragens e sistemas simplificados de água na zona rural do município. Essa é uma das atribuições da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vitória da Conquista, para garantir melhorias na qualidade de vida da população do campo.

A zona rural do município é uma das mais extensas da Bahia e da região nordeste do Brasil. São mais de 32 mil moradores, distribuídos em 11 distritos rurais, que reúnem 284 povoados, 18 assentamentos de reforma agrária e 44 comunidades quilombolas. Graças à atuação do Governo Municipal, o interior do município conta com serviços de educação, saúde, assistência social e transporte, garantido assim a diminuição da migração da população para a zona urbana.

O secretário municipal de Agricultura, Odir Freire

O secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural destacou as ações realizadas e apontou as perspectivas para os próximos anos. “Vitória da Conquista enfrentou em 2012 uma das maiores estiagens de todos os tempos, e a Secretaria Municipal de Agricultura promoveu ações para minimizar os efeitos da seca. Foram realizadas limpezas e ampliação de aguadas em várias regiões, construção de poços tubulares e projetos que beneficiaram a população da zona rural. Nosso objetivo é continuar com esse trabalho, apresentando aos moradores alternativas para garantir água durante todo o ano”, afirmou.

Abastecimento de água – Vitória da Conquista possui chuvas concentradas em poucos meses do ano e carência de recursos hídricos. Armazenar água durante o período chuvoso é uma das alternativas encontradas para garantir o abastecimento da população rural no período de estiagem.

Só em 2012, as secretarias municipais de Agricultura e Educação construíram 87 poços tubulares. Além disso, foram realizadas limpezas de tanques e aguadas em diversas localidades do interior do município. O projeto das barragens subterrâneas, que já foi implantado nos povoados de Poço Comprido I e Cachoeira das Araras, será expandido para que o produtor tenha água durante todo o ano.

Nos próximos quatro anos, uma das metas é a construção de 3 barragens de grande porte, construção de grandes aguadas e de mais poços artesianos nas localidades que mais necessitam. O projeto de construção de barraginhas, que será implementado após estudos técnicos, também é uma alternativa para a coleta das águas das chuvas, pela sua capacidade de provocar mais umidade em áreas de baixada.

Incentivo aos agricultores – O incentivo ao cultivo do umbu gigante é um projeto que já tem dado certo. No total, 15 roças já foram formadas com as mudas fornecidas pela Secretaria Municipal de Agricultura. Desde a implantação do projeto foram distribuídas aproximadamente 2.800 mudas, produzidas na Fazenda Experimental da Prefeitura.  O objetivo da iniciativa é fazer com que as pessoas passem a enxergar o fruto como uma planta cultivável e de boa rentabilidade.

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), convênio entre a Prefeitura de Vitória da Conquista, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste, soma quase 3 milhões em projetos para aproximadamente 200 agricultores em toda zona rural de Vitória da Conquista. Nos próximos cinco anos, a meta é alcançar 5 milhões e beneficiar ainda mais famílias.

Em apenas 7 meses, o Programa de Vendas em Balcão vendeu 650 toneladas de milho a pequenos e grandes produtores com um preço subsidiado. Os beneficiados economizaram quase 300 mil reais e ganharam um incentivo a mais para a criação de animais e o plantio.

Na região de Inhobim e na Cabeceira da Jibóia foram construídas casas de cafés especiais, que serão inauguradas no período da colheita do café. As casas têm por finalidade agregar valor ao produto produzido pelos agricultores. No local, o café será despolpado e seco, para que o produtor obtenha um produto com maior qualidade. A iniciativa reforça a preocupação do Governo Municipal com todos os produtores da zona rural.

A Secretaria de Agricultura tem realizado um trabalho de preparação da terra (até 4 tarefas por família) do pequeno agricultor, para estimular o plantio e reduzir os gastos dos agricultores. Além disso, é feita assistência técnica e acompanhamento da produção das terras aradas. Em 2012, foram adquiridas mais 2 motos niveladoras e 3 caminhões caçambas. O aumento da frota proporcionou mais qualidade e rapidez na execução das demandas. Mais 2 tratores de esteira e 5 tratores agrícolas serão adquiridos para melhorar a aração e a produção dos agricultores.

Notícias Relacionadas

Agricultura e Desenvolvimento Rural
25/05
Governo Municipal participa de evento em comemoração ao Dia Nacional do Café
Agricultura e Desenvolvimento Rural
21/05
Agricultura realiza melhorias na sede de Veredinha
Agricultura e Desenvolvimento Rural
18/05
Secretaria de Agricultura garante abastecimento através dos Sistemas Simplificados de Água
Agricultura e Desenvolvimento Rural
16/05
Prefeitura revitaliza 40 quilômetros de estradas em Bate Pé