Cerca de 2 mil professores da Rede Municipal de Ensino atualizaram seus conhecimentos durante a Jornada Pedagógica 2020. Com o tema “Educar é Conquista: novos tempos, novas práticas”, o evento, realizado no Mediterrâneo Eventos, agradou aos participantes e atingiu o propósito de prepará-los e motivá-los para receber os alunos na volta às aulas, dia 5 de março.

“Procuramos trazer palestrantes que dialogassem com os professores acerca das temáticas que nós consideramos relevantes para a reflexão da prática pedagógica. Creio que eles aproveitaram bastante porque nós não só tratamos do conhecimento técnico, mas do conhecimento humanizado, que é o que temos desenvolvido na Rede Municipal”, comentou a coordenadora geral do Núcleo Pedagógico, Tânia Novais.

De fato, os professores aproveitaram e aprovaram a programação, como conta a professora da Escola Municipal Maria Rogaciana, Elenice da Silva. “Esse foi um momento importante de reflexão, do repensar pedagógico, de intensificar a busca pelo conhecimento. A última palestra foi brilhante. Nós, enquanto professores, temos um compromisso grande com a sociedade, temos que dar o resultado social. E chegaremos lá”, destacou.

Caminho certo – Após a abertura oficial pela manhã, o público prestigiou, à tarde, as apresentações musicais de Analu Sampaio e de Paulo Macêdo, bem como a palestra “Gestão escolar para resultados de aprendizagem”, proferida pelo Mestre em Educação Brasileira, Júlio César da Costa. O professor falou da sua experiência à frente da Secretaria de Educação de Sobral, entre os anos de 2007 e 2016 (abril).

Júlio César liderou a consolidação da política educacional que levou o município cearense a ter o melhor resultado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), entre todas as cidades brasileiras. O êxito fez com que a atual gestão de Vitória da Conquista adotasse o modelo educacional de Sobral como referência, por meio do programa Educar pra Valer, para melhorar os índices educacionais locais.

“Percebi, claramente, a disposição da Prefeitura em querer construir um modelo estruturante, inspirado no de Sobral, que pudesse resgatar duas coisas essenciais: a vida das crianças, através da boa aprendizagem e o ofício de ser professor. E estão no caminho certo! Ao longo do tempo, as famílias vão perceber que a educação das crianças vai melhorar ainda mais. Sinto que Conquista vai nos dar grandes alegrias no decorrer dos anos”, avaliou Júlio César.

Missão – Outro professor convidado para o encerramento foi o doutor em Educação e Ciências Sociais, Luís Vicente Ferreira que, pela segunda vez, participou da Jornada Pedagógica do Município. Desta vez, ele abordou as “Competências e habilidades do Educador do Século XXI”. Em 2019, Luís já havia apontado que mais do que transmitir conteúdos, era necessário que o professor fizesse o aluno entender como utilizá-los no dia a dia.

O doutor Luís Vicente reafirmou essa missão que o professor deve assumir em sala de aula e deixou como mensagem final para os presentes as quatro competências que o educador necessita ter: “O professor precisa saber dar aulas, fazer aulas de maneira diferente, conviver com a diversidade e entender que ele tem o compromisso de dar para as próximas gerações crianças e um mundo melhor”.