Administração Municipal sanciona Lei que cria a Coordenação de Igualdade Racial

Na manhã desta quinta-feira, 10, o prefeito Guilherme Menezes sancionou a Lei nº 024/2014, que cria a Coordenação de Igualdade Racial. O ato de assinatura, realizado no Gabinete Civil, contou com a presença de representantes do Conselho Municipal de Igualdade Racial, além do chefe do Gabinete Civil, Márcio Higino Melo, e o do secretário municipal de Comunicação, Ricardo Marques.

Com uma coordenação específica, a Administração Municipal, que já desenvolve políticas de igualdade racial, terá maior legitimidade para ampliar o número de ações desenvolvidas. Segundo o prefeito, Guilherme Menezes, Vitória da Conquista tem sido exemplo no que diz respeito a participação de todos os grupos. “O Governo Municipal vai trabalhar muito mais para aprofundar essas políticas em todo o território de Vitória da Conquista e, com certeza, influenciando toda a nossa região”, enfatizou o gestor.

Para a conselheira de Igualdade Racial, Elizabeth Lopes, a criação da Coordenação de Igualdade Racial representa um avanço para as populações negra, indígena e as chamadas minorias. “Apesar de já trabalharmos há duas décadas para a população, a Coordenação de Igualdade Racial, hoje juridicamente constituída, nos fortalece mais ainda para darmos continuidade a todo o trabalho que já vem sendo feito”.

O presidente do Conselho de Igualdade Racial, Welber Barbosa, explicou que os pontos relacionados à Lei foram amplamente debatidos com a comunidade negra. Além disso, destacou que o público beneficiado com as políticas públicas de igualdade racial se mostrou muito feliz com a concretização dessa lei, que veio para atender a uma demanda.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
25/09
Prefeitura e OAB fortalecem defesa de direitos LGBT
Gabinete Civil
25/09
Nota de pesar pelo falecimento da servidora municipal Ellen Freitas Santos
Gabinete Civil
24/09
Prefeitura Móvel oferece serviços para todas as idades
Gabinete Civil
24/09
Casa própria e Prefeitura Móvel: moradores recebem escrituras no Bruno Bacelar