Administração Municipal informa agricultores sobre editais de projetos abertos pelo Governo Estadual

Caso se interessem, eles poderão apresentar ideias com viabilidade econômica por meio de associações e cooperativas

Agricultores familiares do distrito de Bate-Pé receberam representantes da Prefeitura de Vitória da Conquista e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais na manhã dessa quinta-feira, 20, para uma reunião conjunta a respeito de alguns assuntos de seu interesse.

No caso do Sindicato, os representantes informaram-lhes sobre as inscrições para o Programa Garantia Safra, por meio do qual o Governo Federal oferece compensações financeiras a agricultores familiares que tenham perdido mais de 50% de suas produções por conta da seca.

Da parte da Prefeitura, a intenção da equipe da Secretaria Municipal de Agricultura foi avisá-los de que, entre os dias 1º e 20 de setembro, o Governo Estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), selecionará projetos que sejam inscritos através de associações e cooperativas rurais, e que possuam potencial econômico na produção de leite ou mel, ou que sejam iniciativas na área socioambiental.

Ao informar os agricultores sobre a novidade, a intenção da Prefeitura é que, caso eles se interessem por apresentar alguma ideia, a equipe técnica da Secretaria de Agricultura poderá auxiliá-los na elaboração técnica do projeto.

Para ser finalmente submetida aos editais da SDR, a viabilidade econômica da proposta deverá ter sido analisada em duas instâncias: o Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável e o Colegiado Territorial do Sudoeste da Bahia, sediado em Vitória da Conquista.

A ideia está sendo levada pela Prefeitura a moradores que fazem parte das associações de Poço Comprido, Cachoeira das Araras, Farinha Molhada, Laranjeiras e Santa Rita – além da Associação Umbuzeiro, sediada em Bate-Pé. Uma alternativa, nessa região, pode estar no potencial oferecido pelo grande número de umbuzeiros nativos que os moradores possuem em suas propriedades.

Isso pode representar a possibilidade de pleitear algum equipamento para a fabricação de polpas. E, futuramente, talvez até outro tipo de aparato destinado à produção de mudas do umbu em sua versão “gigante”* – tudo isso, obviamente, desde que os agricultores se interessem por participar dos editais e tenham seus projetos aprovados pela SDR.

“Nossa ideia é levar ao conhecimento dos agricultores que essa iniciativa do Governo Estadual existe. Haverá várias opções para que os agricultores possam melhorar sua situação financeira. Pensamos em desenvolver os projetos junto com eles, para que entrem nessa concorrência e pleiteiem esse benefício para a nossa região”, explicou o secretário municipal de Agricultura, Odir Freire, que esteve em Bate-Pé ao lado dos técnicos Sálvio Gusmão e Sílvio Moura.

*A Prefeitura de Vitória da Conquista mantém na região da Pedra Mole a Fazenda Experimental, com área de dez hectares, dos quais quatro são dedicados somente a plantações do umbu gigante. São mais de 700 pés de 28 espécies diferentes. Há ainda um viveiro com aproximadamente 2 mil mudas armazenadas. O umbu gigante pesa em média 140 gramas, enquanto a fruta convencional não costuma passar de 20.

Notícias Relacionadas

Agricultura e Desenvolvimento Rural
15/03
Governo Municipal participa de reunião da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/03
Manutenção na estrada de acesso a Caiçara foi realizada nesse domingo, 10
Agricultura e Desenvolvimento Rural
07/03
Prefeitura recupera estrada de Cabeceira
Agricultura e Desenvolvimento Rural
01/03
Prefeitura recuperou estrada do Iguá durante o feriado de Carnaval