Administração Municipal discute construção da Casa de Internação Provisória e Permanente para Adolescentes

As políticas públicas voltadas para a defesa dos direitos da criança e do adolescente em Vitória da Conquista sempre receberam atenção especial do Governo Municipal. A cidade conta hoje com uma rede articulada e formada por serviços de média e alta complexidade destinados a garantir o acolhimento do público infantojuvenil em suas mais diversas necessidades.

Contudo, para fortalecer essa rede, o prefeito Guilherme Menezes esteve na manhã desta quarta-feira, 14, reunido com o secretário estadual de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Geraldo Reis, na Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza da Bahia, em Salvador. O objetivo do encontro foi buscar celeridade na liberação de recursos para a construção da Casa de Internação Provisória e Permanente para Adolescentes, na cidade.

Durante a reunião, o secretário Geraldo Reis destacou que o projeto para a implantação da Casa de Internação já está sendo discutido com o Governo Federal para que haja, o mais breve possível, o repasse do valor assegurado no orçamento da União. “O que nós vamos fazer agora é contactar o Ministério do Desenvolvimento Social no sentido de viabilizar esse empreendimento social, que é de suma importância para Vitória da Conquista”, assegurou.

O recurso de R$ 10 milhões de reais para a construção da unidade em Vitória da Conquista foi garantido pela então ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, durante reunião com o prefeito Guilherme. Ainda como prova do compromisso com esta demanda, o Governo Municipal doou um terreno cuja área total é de 22 mil m² para a Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), onde a Casa será construída.

“Já temos o terreno e contamos com o apoio da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República para que a Casa seja construída o mais breve possível, pois atualmente esses adolescentes vão para Feira de Santana ou para Salvador, penalizando também as suas famílias que são obrigadas a se deslocarem para visitar seus filhos”, disse o prefeito.

A unidade terá capacidade para comportar 90 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação provisória e internação. O equipamento contará ainda com área de lazer e de convivência, quadras poliesportivas, prédios para implantação de Escola Estadual e Municipal, enfermaria e cozinha, além de áreas arborizadas e espaços ecumênicos.

Notícias Relacionadas

Gabinete Civil
17/08
Fórum sobre Distribuição de Água reúne gestores para discutir Operação Pipa
Gabinete Civil
17/08
Carta do Futuro pode ser respondida até esta sexta, 18
Gabinete Civil
16/08
Minuta do novo Código de Polícia Administrativa é entregue pela Secretaria de Serviços Públicos
Gabinete Civil
16/08
Equipe da Prefeitura visita os distritos de Inhobim e Veredinha