Ações para juventude são intensificadas em Vitória da Conquista

Logo mais, no auditório da Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), às 19h, tem início a 2ª Conferência Municipal de Juventude. Sob o tema “As várias formas de mudar o Brasil”, cerca de 200 jovens discutirão temas de interesse para essa parcela da população e, no sábado, votarão 22 propostas que serão defendidas pelos 20 delegados que representarão Vitória da Conquista na etapa territorial.

Por falar em políticas públicas para a juventude, nos três últimos anos, o Governo Municipal vem fortalecendo-as. Desde 2012, quando o prefeito Guilherme Menezes assinou o Pacto pela Juventude, assumindo o compromisso de executar ações específicas voltadas para esse público, a atenção dada aos jovens da cidade tem sido notória. Uma das primeiras ações da Administração Municipal foi a criação da Coordenação da Juventude, em fevereiro de 2013, transformando as demandas de juventude em políticas institucionais do município.

Inclusão – Outra iniciativa em que o Governo Municipal se empenhou foi a reestruturação do Conselho Municipal da Juventude (Comjuv). Os representantes da sociedade civil foram eleitos em plenárias temáticas, como disposto no edital lançado pela Prefeitura, abrindo assim espaço para segmentos do público jovem que, antes, não tinham representação no Comjuv. A Associação de Surdos de Vitória da Conquista é um desses.

Inserção no mercado de trabalho – Uma das formas de autonomia é a inserção no mercado de trabalho. Para que isso ocorra, desde 2008, Vitória da Conquista conta com o Projovem Urbano que já contabilizou cerca de 4 mil alunos matriculados. O projeto destina-se a promover a inclusão social dos jovens brasileiros de 18 a 29 anos que, apesar de alfabetizados, não concluíram o ensino fundamental, buscando sua reinserção na escola e no mundo do trabalho.

Outro programa do Governo Federal que a Prefeitura de Vitória da Conquista fez questão de aderir é o Estação Juventude. Implantado no município em junho de 2014, A iniciativa se destina ao público com idade entre 15 e 29 anos, a fim de garantir os direitos do público juvenil por meio do acesso a políticas públicas e ações executadas pelo município. A sede do programa, aberta à participação dos jovens, possui ambientes interativos (que sedia o CineJuv e o Sarau Jovem), espaço autogestionado, sala de reuniões, lan house gratuita e minibiblioteca.

Há ainda os projetos “Rumos”, “Link Aprendiz” e “Travessias – Construindo novos caminhos”. O primeiro busca facilitar a escolha de uma profissão e responder aos anseios dos jovens entre 15 e 29 anos, reduzindo o risco de frustração na área profissional. O Link Aprendiz oferece cursos de informática, conhecimentos gerais, português e inglês para estudantes do Ensino Médio. Já o último projeto consiste na realização mensal de rodas de conversa com as mulheres internas do Presídio Nilton Gonçalves. A ideia é que, por meio das atividades, e com o auxílio de psicólogos, a iniciativa contribua para o fortalecimento da autoestima das internas.

Mais cultura, esporte e lazer – Em se tratando de manifestação cultural e formação política para jovens, um evento que já está consolidado é o Festival da Juventude. Com uma programação bem diversificada, a construção coletiva é uma das características principais do festival. Desde a primeira edição, toda a programação do evento é debatida com movimentos juvenis em diversos encontros entre os representantes da juventude e a equipe da Administração Municipal.

Na área do esporte e do lazer, a Administração Municipal também desenvolve diversas ações. Em 22 de setembro de 2013, a Praça da Juventude foi entregue oficialmente à comunidade. Desde lá, ela se consolida cada vez mais como uma autêntica opção de lazer para a população de Vitória da Conquista – especialmente para a parcela a que esse equipamento foi destinado de forma específica: o público jovem.

A praça atende a um grande número de pessoas que vivem no entorno e que passaram a contar com um espaço propício à prática de atividades esportivas e culturais. O espaço oferece uma série de opções de atividades, como parque recreativo, quadra poliesportiva. Trata-se de um espaço público e, portanto, aberto ao uso de qualquer cidadão.

E muito mais vem por aí! Já está sendo concluído o Centro de Artes e Esportes Unificados de Vitória da Conquista (CEUs), na Praça Virgílio Figueira, Alto Maron. Mais um lote de 13 quadras também foi garantido pela Prefeitura, num investimento de aproximadamente R$ 7 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com contrapartida do Município. Essas quadras serão construídas nas escolas municipais, mas servirão para toda a comunidade.

Notícias Relacionadas

Notícia Destaque
14/11
Transporte coletivo: Prefeitura informa sobre mudanças em linhas do Conquista VI
Notícia Destaque
13/11
Plantão da Gerência de Postura apresenta balanço dos primeiros meses de funcionamento
Comunicação
13/11
Prefeitura apresenta novo portal nesta segunda-feira,16
Agricultura e Desenvolvimento Rural
13/11
Prefeitura entrega Barragem de Boa Vista nesse sábado, 14