1º de Maio: Cerest oferece atendimento especializado de saúde aos trabalhadores

 

O serviço, da Prefeitura Municipal, atende em média 80 trabalhadores por mês

Comemorado neste 1º de maio, o Dia do Trabalho, é uma data em que são celebradas as conquistas dos trabalhadores ao longo da história. Afinal, é o trabalho que garante a sustentabilidade econômica do país. Por isso, é de fundamental importância buscar assegurar a saúde desta classe, e é justamente nesse sentido que o Centro Regional de Saúde ao Trabalhador (Cerest) atua.

De acordo com a coordenadora do Cerest, Bárbara Fernandes, o serviço, vinculado à Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, é de abrangência regional  e presta assistência especializada aos trabalhadores acometidos por doenças e acidentes relacionados ao trabalho. ‘Aqui, nós oferecemos a consulta médica com o médico do trabalho para o laudo investigativo que fomenta se aquele agravo ou aquela doença que ele tem é relacionada ao trabalho’, ressaltou.

O Cerest é composto por 17 profissionais entre eles, médico do trabalho, psicólogo, assistente social, enfermeiros e fisioterapeutas. O serviço atende em média 80 trabalhadores por mês.

“Como funciona?” – O trabalhador que desejar utilizar o serviço deve se dirigir a sede do local, situado na Rua Joaquim Hortélio, nº 114, Bairro Recreio. São atendidos trabalhadores encaminhados pela rede básica de saúde, trabalhador formal dos setores públicos e privados, trabalhadores autônomos e informais, e desempregado acometido de doença relacionada ao trabalho.

“No Centro, ele irá passar pelo acolhimento, e se tiver o perfil do público acolhido pelo Cerest ele é encaminhado para a consulta com o médico do trabalho. Se o perfil dele não for do Cerest, é preenchida uma guia de encaminhamento e ele leva até a unidade de saúde pra iniciar o tratamento”, explicou a coordenadora.

Após a consulta com o médico do trabalho, o trabalhador receberá uma guia com pedidos de realização de exames – todos podem ser realizados pela rede SUS – e será encaminhado para profissionais capacitados de acordo com a sua patologia. Ou seja, se for algum transtorno psicológico, será encaminhado para o psicólogo, já em caso de queixa osteomuscular o trabalhador deverá passar também por um fisioterapeuta.

Vigilância Constante – Além de prestar assistência direta ao trabalhador o Cerest também atua na promoção e prevenção à saúde, para isso realizam visitas nas empresas para conhecer a rotina dos trabalhadores e informar sobre os riscos. “Essas visitas já estão programadas no nosso cronograma de trabalho, além disso, quando recebemos alguma denúncia também nos dirigimos ao local para averiguar os fatos”, concluiu a coordenadora.

Notícias Relacionadas

Desenvolvimento Social
22/11
Crav realiza bate-papo sobre violência contra a mulher no Cras Vila América
Educação
22/11
Concurso de Produção Audiovisual Eco Kids e Econ Teens: conheça os vídeos premiados
Gabinete Civil
21/11
Dia da Consciência Negra proporciona cultura e informação em Vitória da Conquista
Notícias
21/11
Prefeitura e TJ/BA organizam Semana de Conciliação